Partilha de atividades, materiais, experiências, opiniões e muito mais sobre a educação de infância. Para educadores, formadores e pais. Disponível materiais sobre formações na área

22
Ago 14

Título: A Cor do Paraíso (Rang-e khoda, no original, e The Color of Paradise, título alternativo em inglês)

Majid Majidi

País: Irã

Ano: 1999 

 

É um dos filmes mais bonitos e emocionantes que já vi!

O filme conta a história de Mohammad, um menino cego que vive num colégio interno apenas para crianças cegas. Nas férias ele precisa de ir para casa, mas o pai (Hashem) é o último a chegar para ir buscá-lo. O pai e o professor conversam, pois o pai do menino não quer levá-lo consigo, dizendo que não sabe como cuidar do filho desde que a sua esposa morreu. Diante da impossibilidade de deixar o menino na escola, o pai leva-o consigo, pretendendo no entanto mantê-lo oculto dos olhos dos moradores da sua aldeia, pensando que o filho cego pode impedi-lo de realizar o seu casamento que já está marcado com uma jovem de uma tradicional família islâmica. Em casa o menino encontra carinho e compreensão junto da avó e das irmãs. Ele quer ir à escola com elas, mas o pai o proíbe. Um dia, diante da tristeza de Mohammad, a avó leva-o à escola onde ele supreende o professor e os colegas. Ao saber do ocorrido, o pai o proíbe mais uma vez de ir às aulas com as outras crianças para evitar que a notícia sobre a sua cegueira se espalhe. Como não consegue manter o menino oculto, o pai resolve mandá-lo como aprendiz a um carpinteiro cego. Mesmo diante do choro do filho e da revolta da avó, leva a criança e deixa-a como aprendiz. A avó entra numa tristeza profunda causada pela ausência do neto (Mohammad) e vem a falecer, a família da sua noiva diz que a morte é um mau presságio e rompe o noivado. Vendo o caos em que se transforma a sua vida, o pai resolve ir buscar o filho de volta, mas no caminho para casa o menino se desequilibra e cai dentro de um rio de forte corrente. Por um segundo Hashem pensa antes de salvá-lo, mas pula atrás dele, debatendo-se na água em vão, pois não alcança o filho. Ambos acabam numa praia e quando o pai em desespero pega na criança inerte ao colo, o menino começa a brilhar mexendo a mão. E termina assim a ação do filme.

Mohammad é uma criança muito viva e com uma enorme sensibilidade. A sua forma simples de "ver o mundo" é uma lição de vida.

Filme disponível em https://www.youtube.com/watch?v=FWqELEwZbbc

Assista aqui:

 

publicado por obaudoeducador às 08:51

O baú do educador convida-o(a) a gostar de:
<http://galeriasdoformador.blogs.sapo.pt/
Botão +1 do Google+
pesquisar
 
Agosto 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11

18
21
23




Mensagens
mais sobre mim
blogs SAPO