Partilha de atividades, materiais, experiências, opiniões e muito mais sobre a educação de infância. Para educadores, formadores e pais. Disponível materiais sobre formações na área

19
Set 14

Guia de  Actividades Curriculares Para a Educação Pré-Escolar. Direção Geral do Ensino Básico e Secundário.

O documento visa a concretização das diretrizes emanadas das Orientações Curriculares para a Educação da Infância, tendo por finalidade primeira facilitar e melhorar a actuação dos profissionais da educação de infância e, por consequência, elevar o nível de qualidade do atendimento às crianças, através de um conjunto de exemplos práticos.

 

guia_de_actividades_curricular.pdf

 

publicado por obaudoeducador às 17:12

15
Set 14

 

A organização da sala de atividades no jardim-de-infância

 

 

 

Logo no início do ano letivo surge a preocupação do educador de infância em como organizar a sala de atividades. Deixo aqui algumas sugestões úteis não só no arraque do novo ano, mas ao longo de todo o processo educativo que se irá desenrolar!

A organização do espaço da sala de atividades por áreas de interesse bem definidas permite uma variedade de ações muito diferenciadas e reflete um modelo educativo mais centrado na riqueza dos estímulos e na autonomia da criança. Por sua vez, os objetivos e a natureza de cada área ditam o tipo de atividades que nela devem ser realizadas, se a tarefa / brincadeira é de caráter mais livre ou orientada.

Para uma melhor organização do espaço torna-se necessário selecionar as áreas fundamentais, que podem ser alteradas durante o ano, evitando sobrecarregar a sala de atividades. A organização da sala pode sofrer mudanças periódicas, segundo o desejo das crianças ou apenas porque a aquisição de novos materiais assim o justifique.

As áreas devem estar bem definidas e identificadas (com o nome e símbolo) e os materiais arrumados em locais fixos, para que as crianças se sintam orientadas e capazes de assumir uma atitude autónoma. Cada área pode ter um limite de utilizadores (ex.: cartões com os nomes com velcro), o que ajuda as crianças a compreender e a cumprir as regras.

Existem áreas que, pela sua natureza, não devem ser colocadas próximas uma da outra, ex.: “área da música e dança” que é mais barulhenta, com a “área da biblioteca” que exige silêncio e concentração.

É importante solicitar as ideias das crianças e a sua participação em todo este processo! Também pode ser pedida a colaboração dos pais, familiares e de elementos da comunidade onde se insere o jardim-de-infância, para fazerem e/ou doarem equipamento e material para as áreas segundo as suas possibilidades.

No jardim-de-infância tudo tem um objetivo pedagógico e a organização da sala também tem!

Contudo, não devemos cingir-nos apenas à tradicional casinha, garagem, espaço da manta etc. Devemos sempre alargar para outro tipo de áreas de acordo com os interesses que as crianças manifestam nas suas brincadeiras (daí a importância também da observação que nos permite alargar o nosso conhecimento sobre o grupo). Por exemplo, se um grupo de crianças mostra particular interesse em brincar aos médicos, devemos desenvolver e aprofundar o seu interesse e o seu jogo criando uma área na sala relacionada com o tema e colocando materiais à sua disposição.

Aqui ficam algumas sugestões de áreas ou “cantinhos”, talvez os mais comuns que podemos encontrar numa sala de jardim-de-infância:

 

Área da Manta – É o local onde diariamente se faz o acolhimento, mas é também um espaço polivalente, isto é, frequentemente utilizado para variadas atividades, tais como: histórias, canções, exploração de instrumentos musicais, jogos de expressão corporal e outros de carácter lúdico-pedagógico, etc.

Este espaço é delimitado por uma manta ou tapete, onde se podem colocar várias almofadas. É aqui que normalmente existe o quadro de presenças diário e o quadro do tempo.

 

Área da Expressão Plástica ou área suja – É constituída por mesas e cadeiras para a realização dos trabalhos e de móveis de apoio para guardar os materiais (ex.: lápis de pau, de colorir e de cera, canetas de feltro, marcadores, plasticina de várias cores, colas de vários tipos, tintas, tecidos, cartolinas, diferentes tipos de papel de várias cores e texturas, tesouras, formas de modelar, pincéis grossos e finos, pratos para fazer as tintas, etc.). Deve ter acesso a água para a lavagem dos utensílios.

 

Área da Garagem – Contém um tapete e uma garagem com carrinhos. Esta área pode também funcionar como local de jogos de construção, existindo para tal uma variedade de caixas com legos de diferentes tamanhos e formas.

 

Área da Casinha – É constituída por móveis a imitar uma sala ou cozinha, com um fogão e diversas loiças de cozinha em plástico (pratos, copos, tachos, talheres, escorredor da loiça, rolo de cozinha e batedeira) e uma mesa com banquinhos, ou um telefone. Poderá ter, ainda, uma pequena cama com cobertor; uma alcofa; várias bonecas; uma banheira com um bebé e os seus adereços; um carrinho com balde, vassoura e pá, etc.

 

Área do “faz de conta” – Deverá conter um espelho e um baú ou cabide, apetrechado de roupas e acessórios para as crianças manipularem e imitarem diferentes papéis, facilitando assim o desenvolvimento do jogo simbólico.

 

Área da Biblioteca ou Cantinho da LeituraDeverá situar-se numa zona calma, silenciosa e com luz natural, para que as crianças possam disfrutar dos materiais de leitura existentes: livros de vários tamanhos e temas, revistas, cartões de imagens, álbuns, etc.

 

Área da Escrita Deverá conter materiais atrativos e que contribuam para que as crianças aumentem o seu interesse pela abordagem à escrita, como por exemplo: ficheiros sobre assuntos com imagens e a palavra escrita; canetas e materiais para escrever diversos; suportes diversos para trabalhos escritos, papel, quadro ou lousa, quadro magnético; e material impresso como revistas e jornais.

—A área da escrita pode estar perto dos jogos de mesa, pois algum deste material pode ser aproveitado.

 

Área da Matemática É um espaço onde  existe vários tipos de jogos matemáticos: lotos, tangram, blocos lógicos, fichas de trabalho, ficheiros de números, números e quadro magnético, balança e pesos, copos de medida, etc.

Neste espaço é possível aprender noções matemáticas brincando: formar conjuntos (classificar), ordenar (seriar), utilizar figuras geométricas, fazer gráficos e tabelas, entre outras atividades.

 

Um bom trabalho e início de ano letivo!

 Fátima Pires Gomes

 

publicado por obaudoeducador às 11:42

28
Ago 14

3 desenhos para dar a escolher às crianças qual o seu preferido para identificar a área ou cantinho da Expressão Plástica. Pode ser ampliado e decorado a gosto pelas crianças. Deve ser afixado junto à área da Expressão Plástica com a identificação escrita do nome da respetiva área.

 

 

 

 

publicado por obaudoeducador às 09:02

25
Ago 14

Partilho convosco este desenho para identificar a área da casinha, que poderá ser colorido e decorado a gosto pelas crianças.

 

 

publicado por obaudoeducador às 12:13

24
Ago 14

Dois desenhos que podem ser utilizados para identificar a área ou cantinho dos jogos de construção, acrescentando o nome da área.

 

 

 

publicado por obaudoeducador às 10:19

20
Ago 14

Sugestão de desenho para identificar a área ou "cantinho" do faz de conta, acrescentando o nome escrito da área.

 

publicado por obaudoeducador às 03:20

19
Ago 14

Aqui fica uma sugestão de imagem para identificar a área ou cantinho da escrita. Não esquecer de identificar também com o nome escrito da área!

 

 

publicado por obaudoeducador às 09:26

O baú do educador convida-o(a) a gostar de:
<http://galeriasdoformador.blogs.sapo.pt/
Botão +1 do Google+
pesquisar
 
Março 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Mensagens
mais sobre mim
blogs SAPO